Das mudanças






O primeiro post de 2017 (yeiii!). Sobrevivemos até aqui, o que para mim já é muito bom sinal. No post de hoje vou falar-vos de algumas das razões da minha ausência, das mudanças e dos projectos para este ano que será completamente diferente.

Às minhas ausências, vocês já estão mais do que habituadas (infelizmente), muito deve-se não só ao trabalho, e talvez estivesse a ser hipócrita se pusesse todas as culpas no trabalho, mas claro que este tem bastante influência nos meus horários e tempo para dedicar ao blog. Por outro lado falta-me alguma motivação/assunto/inspiração.

Confesso que me cansei dos blogs de "coisas", trazer novidades de produtos é giro e acaba por ser útil para quem está do outro lado indeciso nesta ou noutra compra, mas sinceramente, é um tópico que está tão mas tão visto, que O Armário era só mais um.

Dedicar-me a viagens soava-me interessante, isto se a minha vida as proporcionasse por isso, o blog vai continuar assim, a meio gás, onde vou partilhando convosco notícias e os conteúdos que mais me interessem, assim...simples e sem obrigações. Afinal o blog já vai para 5 anos e também me custa fechar este canto como se de um penso rápido se tratasse.

Falemos então de mudanças.

Pois é, estou de saída de casa dos pais, eu e o G. vamos morar juntos e estamos a duas semanas da mudança. Já precisávamos do nosso espaço e foi uma decisão tomada em consciência, somos os dois Médicos Dentistas, apesar do G. também estar a fazer Medicina em paralelo ao seu emprego como Assistente na faculdade, e como se proporcionou, achámos que era o passo mais acertado para os dois, e até agora só estamos ansiosos por esta nova etapa.

Contudo, e apesar de ser uma desnaturada convosco, não podia deixar de vos contar esta novidade, que andava aqui debaixo dos dedos há alguns meses. Estou a pensar fazer uma série de posts sobre a decoração da casa, as nossas escolhas de organização e afins.

Digam-me o que acham!

Quanto ao trabalho, está tudo a correr bem, trabalho actualmente em 3 clínicas e não consigo parar de pensar em trabalhar mais e mais.

Ser jovem é também isso, investir no futuro.

Estou muito feliz por estar a viver esta fase junto do meu grande amor, nem acredito que já passou mais de um ano, sem discussões, sem stresses, sem complicações, encontrei o meu companheiro de vida e melhor amigo.

Venha de lá 2017 com todas as coisas boas que tem guardadas para nós.


6 comentários: