Do Porto com amor...






Voltámos do Porto com algum peso no coração, a vontade de regressar era pouca mas os deveres chamam por nós e ficamos com as fotografias para recordar três dias deliciosos.

Como sempre, tive de partilhar convosco esta experiência e esta pequena viagem que fizemos, a nossa primeira. Quem segue no instagram ou no snapchat (beatrizsubtil) decerto esteve a par de tudo, mas hoje deixo-vos algumas (das poucas) fotografias que tirei. Quis fotografar tudo, mas o tempo não ajudou e confesso que tudo era tão mais interessante que não perdi muito tempo a fotografar mas sim a aproveitar cada minuto ao máximo.






Saímos na sexta-feira bem cedo directos ao Porto, parámos uma única vez antes de chegarmos ao destino. 

Quando chegámos fomos direitos ao Castelo do Queijo para visitar o Sea Life, uma espécie de oceanário que existe no norte. Tivemos a possibilidade de ver várias e diferentes espécies de peixes, tocar numa estrela do mar e num ouriço-do-mar e conhecer algumas das causas que o Sea Life apoia.
Depois desta visita, tentámos ainda visitar o interior do Castelo, mas este encontrava-se fechado.






Neste dia, optámos por ficar pela zona dos Aliados, após fazermos o check-in no apartamento que encontramos no airbnb.

A livraria Lello foi impossível de visitar pois a fila para entrar estava gigante, e o cansaço não quis que fosse até aos Clérigos subir aquilo tudo.

Fechámos a sexta-feira com um jantar no restaurante DOP by Rui Paula, uma experiência gastronómica pela qual todas as pessoas deveriam passar, genial.




O Sábado começou meio tarde, aproveitámos a manhã para descansar um pouco, um dos objectivos desta escapadinha até ao Porto, e seguimos para o Palácio da Bolsa.
Conhecemos um pouco da sua história e do propósito do mesmo ter sido criado, visitámos salas com quadros e decorações lindíssimas.






As salas repletas de talha dourada chamaram a atenção daquele olho que qualquer mulher tem. A visita era guiada e com tempo contado, durou cerca de uma hora.

Posto isto, seguimos até Serralves para visitar os museu e os jardins.






Depois de visitar uma exposição de arte contemporânea e de termos apanhado o dia mais chuvoso desta vida nos jardins, acabámos por deixar os do Palácio de Cristal para uma próxima e regressámos ao apartamento.

Jantámos num restaurante fabuloso, o Tábua Rasa, na baixa do Porto, onde experimentamos diversos queijos e enchidos, bem quentinhos para  noite fria que se fazia sentir.






Acordámos cedo no Domingo e fomos visitar a Casa da Música, uma visita guiada super completa, esclarecedora e que nos leva a conhecer uma das obras de arquitectura mais contemporâneas e complexas do nosso país.






Depois de mais umas compras, nomeadamente na Arcadia, especialista em chocolates, voltámos para a zona da Ribeira onde almoçámos no restaurante Pilms, o fim da nossa ida ao Porto estava a chegar mas mesmo assim aproveitámos tudo até ao fim.






Fomos até às Caves Ferreira, onde ficámos a conhecer mais um pouco sobre todo o processo de fabrico do vinho do Porto, trouxemos algumas garrafas e ainda passeámos muito à beira do Douro.






Atravessámos a Ponte S.Luís a pé, algo que recomendo a todos os que visitam o Porto.

Fiquei super triste de me vir embora, identifico-me com o tipo de cidade que é o Porto e até me imagino a morar lá, porque não?

Ficam então as memórias de um dos melhores fins-de-semana de sempre, que iremos certamente repetir.

A experiência com um aluguer via airbnb também correu super bem e será a aplicação de eleição nas próximas escapadinhas.






E vocês, gostam do Porto?











3 comentários:

  1. adoro o Porto, é a minha cidade do coração :) agora fiquei com vontade de re-visitar as caves!

    ResponderEliminar
  2. Nós já andamos a planear uma viagem para Outubro! :P

    ResponderEliminar