Be what you want to be, Not what others want to see...






Hoje deixo-vos um pequeno manifesto que fiz na página de facebook do blog, por vezes é mesmo difícil conciliar tudo ao mesmo tempo...


Pois bem, isto de ter um blog, estar no último ano do mestrado integrado, ter uma tese para escrever, pais, namorado e o Phil torna por vezes a minha vida numa autêntica montanha russa.
Sim, eu podia ser aquela pessoa que passa o dia sentada em frente a um computador a contar-vos todas as novidades, a escrever sobre os 500 produtos que não recebo ou a falar sobre a minha vida linda e fantástica.


Sim, eu tenho uma vida linda e fantástica, admito. Tenho problemas e defeitos como qualquer comum mortal (ou pelo menos como a maioria), mas tenho também muitas mas mesmo muitas coisas boas na minha vida sem as quais não vivo e das quais não abdico. 
Acabo por perder mais tempo a viver a minha vida do que a escrever sobre ela.

Gostava de ter mais tempo para o Armário, e vocês que já acompanham este pequeno projecto à 4 anos sabem bem disso. Eu adoro este espaço. Mas a vida não me permite estar sempre a escrever. Há quem consiga. Eu não.
Se me sinto culpada? CLARO! Queria ter mais ideias, ser mais imaginativa e fazer o número de seguidores e visualizações crescer diariamente. Não consigo, pelo contrário. Na maioria das vezes estes números decrescem a olhos vistos.
Vou morrer? Obviamente que não. Fico triste apenas isso, mas como se diz em bom português "faz falta quem está".

Este mini testamento serve para agradecer às minhas leitoras (e aos leitores também) que continuam desse lado à espera de novidades...
Elas vão chegando, eu prometo, aproveito os bocadinhos de pausa para escrever para vocês, se eu vivesse do blog talvez conseguisse atingir outros objectivos e me sentisse até na obrigação de estar sempre "ligada", mas o blog é o meu hobbie, o meu escape, e até para ele me falta a paciência às vezes.

2 comentários: