Tips & Tricks // 1






Fazer uma escapadinha de vez em quando não faz mal a ninguém e sem dúvida que anima qualquer um, mas por vezes torna-se uma verdadeira aventura planear tudo isto.

Hoje deixo-vos 8 dicas e truques que eu própria sigo, para organizar uma saída da melhor maneira.


1 // ESCOLHER O DESTINO

Pois é, decidir o destino nem sempre é fácil, muitas vezes andamos a rondar este tema durante semanas. A melhor forma de escolher o destino é tentar perceber os objectivos desta escapadinha para as pessoas que a vão fazer (seja uma saída de casal ou de amigas).

Outros pontos a ter em conta são sem dúvida o tempo e as expectativas...ou seja, devemos ter em atenção que num fim-de-semana (de três dias por exemplo) é impossível conhecer todos os cantos de uma cidade. Temos de saber escolher a zona tendo em conta as limitações de tempo.


2 // ESCOLHER AS DATAS

Apesar de ser uma escapadinha, que tem tudo para ser planeada em cima da hora e ser cheia de espontaneidade, por aqui isso é coisa que não resulta nem pega. Nós gostamos de ser super organizados. Precisamos de planear tudo (diverti-mo-nos imenso a fazê-lo) para que nada corra mal e por isso a escolha das datas é essencial.

Andamos tardes nisto leitoras...tardes! Mas eventualmente a coisa lá se dá e optamos sempre por preferir uma altura de férias, em que os horários são mais fáceis de conciliar.


3 // ESCOLHER O MEIO DE TRANSPORTE

Se vamos ficar em Portugal é sempre bom utilizar transportes, normalmente fica em conta, não demoramos muito tempo na viagem e são confortáveis.

Mas se preferem ter a liberdade de poder passear para mais longe do centro da cidade é sempre bom ponderar levar o carro.
Com a informação disponível na internet, conseguimos inclusivamente calcular o valor das portagens e muitas vezes acaba por compensar mais do que dois bilhetes de Alfa Pendular.


4 // ESCOLHER O LOCAL DE DORMIDA

Começámos a chegar à parte que eu mais gosto, planear a dormida. Adoro dormir em hotéis e todo aquele ambiente relaxante, não temos de arrumar o quarto, o pequeno-almoço é sempre super variado e aquela sensação de férias instala-se.

No entanto este ano descobri o airbnb, um site que tal como o booking, serve para marcarmos estadias, com uma pequena diferença, ficamos em apartamentos. Casas, normalíssimas, daquelas que as pessoas herdaram de família e não estavam a render então decidiram transformá-las em locais para os turistas dormirem, estão a ver?
A vantagem normalmente na escolha de um apartamento, é o preço e o facto de podermos fazer as refeições todas em casa, sem gastar muito dinheiro em restaurantes.

Na escolha do local para ficar, é importante ponderar não só o preço mas também a localização! Tendo em conta que o tempo para visitar a cidade é curto (e principalmente para quem opta fazer as escapadinhas usando o comboio ou avião) é essencial ficar numa zona central, para ter acesso a tudo de forma simples e rápida, mais uma vez para rentabilizar o tempo.






5 // PERGUNTAR ÀS AMIGAS

Nunca é demais tirar dúvidas, de certeza que na vossa faculdade conhecem alguém da zona para onde vão ou alguém que já lá tenha ido.

No meu caso a Marta é a minha go to expert em viagens, escapadinhas e coisinhas fofinhas. Escusado será dizer que não só recebo listas de restaurantes como ainda um apanhado de todos os sítios que não posso deixar de visitar. Ter uma amiga assim é bom. Tenham uma Marta.


6 // PLANEAR OS DIAS

Para que tudo resulte muito bem e para que todos os objectivos da viagem sejam cumpridos não há nada como arranjar um caderninho ou um travel journal, o meu é da Rifle Paper Co.
Neste caderninho é essencial planear as horas e as visitas aos locais, bem como os gastos com cada visita. Nada como o roteiro bem detalhado para tudo correr bem. é importante incluir o que cada um quer fazer e visitar, para que seja tudo equilibrado, no meu caso, há sempre Geocaching à mistura.


7 // FAZER AS MALAS

Uma mulher vai ter sempre problemas nesta parte. Vai tudo fazer falta, nem que seja para um passeio de um dia, mas sinceramente um troley é o suficiente para um fim-de-semana.

Os essenciais são ténis, um sobretudo bem quentinho, uma parka, óculos de sol, máquinas fotográficas e não esquecer dos carregadores!


8 // APROVEITAR AO MÁXIMO

Sejam umas férias longas ou apenas dois ou três dias para sair da rotina, o melhor conselho que tenho é aproveitar cada momento ao máximo, relaxar, passear, fazer algumas actividades que a cidade para onde vamos nos proporciona e viver cada minuto de uma roadtrip.
Desde o momento em que se entramos no carro para ir até sairmos já em casa. Tudo conta!


Let's hit the road!




Sem comentários:

Enviar um comentário