Phil








Conheçam o Phil, um dos 3 cães bebés que salvei à uma semana e uns dias, e hoje decidi partilhar convosco a história dele, para quem não viu no facebook. Mas antes digam lá se não é um cão lindo e uma autêntica bolinha de pêlo??


Estava eu a chegar à casa da faculdade, quando depois de parar o carro vejo um senhor de volta do lixo em pânico e aflito porque dizia que estavam uns gatinhos fechados dentro de um saco de plástico dentro do lixo. O barulho era realmente ensurdecedor e quando espreitei para dentro do caixote e me deparei com o saco a mexer, entrei eu em pânico, desatei a chorar e só pedi ao Luís que ajudasse o senhor a tirar o saco para ajudar-mos os bichos.

Quando finalmente tirámos o saco e o abrimos, saíram 4 cachorrinhos (um deles já morto) super frios e a chorarem imenso. Para além da maldade que é fechar animais num saco para os matarem, note-se que a crueldade foi de tal maneira que encheram o saco com cascas de amendoim para que eles sufocassem mesmo.

Depois de muito chorar, chegou um casal nosso amigo que nos ajudou e trataram deles toda a noite. Aquecê-mo-los, demos-lhes comida e tentámos que ficassem confortáveis.

No dia seguinte convenci a minha avó a ficar com um, o branquinho, ao qual dei o nome de Phil, inspirado no Phil Collins, porque sou fã, tanto da sua carreira a solo como com os Genesis.

A minha avó ainda está renitente, porque receia que ele fique muito grande, mas estou a rezar aos santinhos todos para que ele fique um cãozinho médio e que fique com eles.






De uma semana para a outra já se nota diferença no crescimento, o focinho está maior, o pêlo mais espesso e está mais comprido, mas penso que nesta altura seja normal eles desenvolverem-se rápido.

Eu não sei explicar bem o que senti quando peguei no Phil, tanto eu como o Luís pegámos logo nele pois estava magrinho e cheio de frio. Confesso que nunca fui agarrada a animais, nunca tive muitos para além de peixes e hamsters, mas apaixonei-me, senti um calor no coração e cada vez que estou com ele sabe ainda melhor, porque está tão fofo!!

O Phil está bem entregue e bem de saúde segundo a veterinária, é um sobrevivente, bem como as suas duas irmãs, que estão com a minha amiga.

Acabámos por ter medo de os entregar a uma associação pois foi-nos dito que como precisavam de tratamento frequente o mais provável seria matarem-nos, por isso, não quisemos arriscar.

Aguardo ansiosamente por um Phil de olhos abertos, que ande e que brinque, e principalmente que conquiste de vez o coração dos meus avós porque o meu já está mais do que conquistado 


7 comentários:

  1. desculpa que te diga mas com os olhinhos fechados e já desse tamanho vai ser um cão grandito :p realmente há "pessoas" para tudo... enfim

    ResponderEliminar
  2. o mundo precisa de mais boas acções destas :) espero que a tua avó se afeiçoe e não o largue mais!

    ResponderEliminar
  3. Há pessoas horríveis para conseguirem fazer uma maldade tão grande, mas felizmente o mundo também tem pessoas fantásticas, como tu Beatriz, para dar muito carinho a esse pequenino :) Beijinho grande*

    ResponderEliminar
  4. Eu vi a tua história no facebook e fiquei emocionada, confesso! Não sei como alguém consegue fazer tamanha crueldade! E fizeste muito bem em ficar com o Phil, pois ele merece um lar e uma família! :)

    ResponderEliminar
  5. Ai Bia que toda gente fosse como tu :) Coisinha mais fofa, pelo andar da coisa ainda o rapinas à tua avó e ficas tu com ele xD

    ResponderEliminar